Gimik
Curtiu? Recomende!

CHECKPOINT

Guerra dos consoles piratas

Por: Pauline Gonçalves

Guerra dos consoles piratas

Hoje em dia, o cenário internacional nos reconhece como sendo grandes clientes potenciais, e tudo isso graças a  pirataria ter diminuído nos últimos tempos. Mas não se engane, a pirataria também ajudou muito o mercado gamer crescer no Brasil, saiba mais a seguir!

Os jogos sempre foram muito caros, e na época do Sega Saturno e Playstation, era muito fácil piratear seus jogos que eram feito de CDS, por não possuírem trava, e com isso os vídeo games se popularizaram muito no Brasil.

 

 Pirataria em todos lugares!

Muita gente lembra do console Atari, mas também muitas pessoas lembram dele por outro nome. Como que os jogos do Atari eram compatíveis com essas outras versões que existia no mercado brasileiro?

                                                             

Em 1984 foi criada a lei Lei 7.232 no Brasil, chamada de Reserva de Mercado, um conjunto de leis, atos normativos e dispositivos legais que não permitiam que produtos eletrônicos importados fossem vendidos aqui. Por causa dessa lei, só era possível comprar vídeo games que fossem fabricados no Brasil. Era uma forma de incentivar a indústria nacional a de desenvolver.

 

Devido a essa lei, foi criada a SEI, Secretária Especial de Informática. Ela era a responsável por toda área de informática, em que também era incluído os vídeo games. Para um produto importado ser vendido no Brasil, era necessário a autorização da SEI, para que ocorra uma “nacionalização” das peças internas e do produto que seria vendido no mercado brasileiro.

Como era impossível importar um vídeo game para o Brasil na época, foram surgindo outras versões de vídeo games famosos, como o Atari 2600, que foi "pirateado" pela empresa Bit Eletrônica, e o nome dessa outra versão era chamado de Top Game, e foi o primeiro clone brasileiro do Atari. Mas devido a alguns problemas com a lei, teve de mudar o conector de entrada, onde era colocado os cartuchos, e isso fez com que os cartuchos não não fossem compatíveis com o console. A empresa tentou correr atrás para reverter o problema, criando um adaptador para ele. Mas a concorrência era grande, e a Sayfi Eletrônica fez o primeiro console "pirata" de Atari que REALMENTE funcionava! Esse console foi batizado de Dactari. Como se não fosse o bastante, outra empresa criou um console que também era compatível com o Atari, ele era a febre do momento. A empresa Dynacom  criou então o Dynavision.

 

Por fim, a Polyvox, que pertencia a Gradiente, finalmente conseguiu obter os direitos da Atari Corp, e o vídeo game Atari 2600 veio oficialmente para o Brasil  em 1983.

Mesmo com o Atari sendo vendido oficialmente no Brasil, outras empresas brasileiras continuaram fabricando outras versões "Xing Ling" da Atari, e muitos brasileiros compravam essas versões, pois elas eram muito mais baratas do que o produto importado, e o resultado final era o mesmo.

 

                                                              

Vídeo Games eram a febre do momento, e quase todas crianças queriam ter um. O estouro das cópias dos consoles se deu entre o final da década de 1980 e início de 1990. Fabricaram também muitos consoles no Brasil que rodavam jogos do NES, o Nintendinho.

Essas empresas que clonavam ilegalmente os consoles, podiam ser facilmente multadas pelas donas das marcas. Mas todo mundo queria a sua fatia do bolo, e estavam pouco preocupados com possíveis processos. Vocês sabem como os brasileiros são.

A popularização do vídeo game existiu graças a milhares de produtos nacionais, legais e ilegais, que eram mais baratos que os oficiais. Talvez o cenário gamer hoje em dia nem fosse tão forte se algumas empresas não tivessem dado aquele pulinho ilegal no nosso mercado.

Você chegou a ter alguma versão pirata dos consoles?

 

Sobre o autor:

Pauline Gonçalves

Viciada em games e tecnologia desde nova, possui diversos consoles de vídeo game de várias gerações. Atualmente trabalha com mídias sociais e marketing digital nos sites: Jogos OnlineJogos Brasil , Meninas ,Aprender Ganhar Dinheiro

Pode ser encontra no facebook para trocar idéias de games e trabalho.

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

2019 - Todos os direitos reservados